• Jorge Bernardes

2020 foi mau... mas bom também!


2020, muita gente diz que foi um ano mau. Eu não gosto da afirmação generalista.

Acho que foi um ano que teve coisas más, sem dúvida. Entre elas conta-se principalmente uma pandemia à escala mundial e todas as coisas más associadas a ela.

Estivemos e ainda estamos (à data em que escrevo) restringidos nos nossos movimentos e liberdades para ajudarmos no controlo da pandemia e protegermos a nossa saúde. Isso teve e continua a ter efeitos secundários que a maior parte de nós sentimos nas nossas vidas (é difícil para mim imaginar pessoas que não tenham sido afectadas), tanto em termos de trabalho, como no nosso dia-a-dia, e também nas nossas relações com outras pessoas.

Ainda assim acho que foi um ano que teve coisas boas também.

Há sempre momentos de felicidade que podemos tirar da vida, mesmo nas alturas mais difíceis.

Há provavelmente pessoas que aproveitaram o(s) confinamento(s) para se reinventarem, mudarem algo em casa ou aprender algo novo. Há quem tenha lido aqueles livros, ou visto aquelas séries, que queria e não tinha tempo. Há até certamente quem tenha conseguido ficar a conhecer melhor as pessoas com quem partilha a casa, sejam pais, filhos ou caras metades. Eu pessoalmente fiz todas estas. :)

Para além disso 2020 foi o primeiro ano em que ganhei prémios por fotografias feitas no mundo dos casamentos. Sim, prémios plural, foram 3! Duas fotos premiadas na associação Inspiration Photographers e outra na This Is Reportage! Duas associações que reúnem fotógrafos de todo o mundo e onde há centenas de fotos bonitas a concorrer em cada ronda.

Podem vê-las aqui abaixo.

Apesar de tudo o que aconteceu ainda consegui fotografar algumas pessoas, casamentos (poucos mas bons) e famílias bonitas (umas quantas), gente que está no meu coração por terem contado comigo para os fazer felizes com fotografias neste ano que foi um bocado estranho.

Podem também ver aqui as melhores fotos de 2020 no vídeo abaixo. :)


Para além de tudo isto, a melhor coisa que me aconteceu em 2020 foi ter conseguido casar com a minha cara-metade. Foi uma aventura enorme porque, tal como muitos casais, tivemos que adiar e ajustar o nosso dia de casamento às restrições da altura, mas apesar de tudo tivemos um dia incrivelmente feliz, registado em fotografia pelo Valter e a Paula da Fotolux. (Aqui estão algumas fotos feitas por eles.)

A minha noiva é a mais linda do mundo (para mim)! Tudo o que desejo às noivas e noivos é que possam ver a sua cara-metade no dia do casamento como eu vi a minha, com uma lagrimazinha de felicidade no canto do olho. :)


Por tudo isto é que vos digo que não gosto da afirmação generalista e que 2020 também foi bom.

Para além disto ainda há o pensamento positivo que 2021 poderá, nuns quantos aspectos, facilmente ser melhor. ;)

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo