• Jorge Bernardes

O(s) meu(s) casamento(s) e o covid-19 | My wedding(s) and covid-19


{Scroll down for English}

Sou fotógrafo de casamentos e sou noivo, estou nos dois lados da barricada do COVID-19 no que toca a casamentos.


Eu, tal como muitos, planeei o meu casamento para este ano, em Maio para ser mais preciso e neste momento estou receoso. E estou assim não só pelo meu casamento mas também pelos casamentos de todos os noivos que me escolheram para os fotografar.


Sei que muitos, principalmente aqueles que casam em Março, Abril e Maio (e quem sabe mais para a frente), se vão ver numa situação em que terão que decidir, manter a data ou adiar. Eu estou nesta situação e ainda não me decidi, não é fácil.


Sabem o que é que me está a custar mais como noivo? É pensar que as pessoas com quem quero partilhar o grande dia, farão um esforço para estarem presentes e não se vão divertir dada a situação actual relacionada com a pandemia do COVID-19.

Custa-me pensar que grande parte das conversas do dia seja em torno disso e não em torno das histórias engraçadas que eu ainda não conheço sobre minha noiva, que alguém que eu ainda não conheço me vai contar nesse dia.

É difícil para mim pensar que os meus avós, que estão há tanto tempo à espera de ver o neto casar, possam decidir não ir por estarem nitidamente num dos grupos de risco. E eu tenho que compreender porque se eles fossem convidados do casamento de outrem, eu próprio lhes diria para eles não irem, não neste momento.

Portanto noivos, eu sou um de vós.


E o que me custa mais como fotógrafo? Como trabalhador independente? Como fornecedor de serviços no ramo dos casamentos? A incerteza, sem dúvida é isso.

Nunca tenho muita certeza no que toca a rendimentos, é a vida dos freelancers, mas com tudo isto, este ano vai ser especialmente incerto.

Sei que muito vai depender das decisões dos noivos.

Aqueles que decidirem manter as suas datas, a não ser que haja restrições impostas pelo governo, podem contar com a minha presença para fotografar o dia da melhor forma, fazendo o possível para prevenção.

Os que decidirem adiar, podem contar com a minha ajuda para da melhor forma fazermos acontecer. Tendo disponibilidade irei com eles para novas datas, mas sei que isso também pode ser difícil do ponto de vista dos fornecedores.

Se todos os casais decidissem passar o seu casamento para uma data parecida em 2021, seria difícil ter disponibilidade e mesmo havendo, fica difícil porque no fundo teríamos os casamentos de um ano distribuídos por dois. E infelizmente as contas deste ano e do seguinte não serão divididas por dois.

Como fornecedor, estou a recomendar aos casais que decidirem alterar a sua data para considerarem a possibilidade de fazer o casamento fora da época normal de casamentos. Assim sei que será mais fácil garantir a minha disponibilidade e a continuidade do meu negócio no próximo ano também.

Sei que não vai ser possível para toda a gente, mas faço figas para que seja possível para alguns.

Portanto fornecedores, eu sou um de vós.


Entretanto cá estou por casa, vou preparando uns álbuns novos para ter no estúdio, para mostrar aos noivos quando as reuniões presenciais retomarem.

Agora vou ali namorar com a minha noiva um bocadinho, porque apesar de o COVID-19 nos estar a dar cabo da cabeça, temos a sorte de estar voluntariamente com a pessoa favorita um do outro. ;)

{Post in English}

I am a wedding photographer and I am a groom, I'm on both sides of the COVID-19 barricade when it comes to weddings.


I, like many others, planned my wedding for this year, in May to be more precise and I'm concerned at the moment. And I am this way not only for my own wedding but also for the weddings of all the brides and grooms that chose me to photograph them.


I know that many, especially those that are getting married in March, April and May (and possibly even further ahead), will see themselves in a situation in which they will have to decide, keep the date or postpone. I am in that situation and I still haven't decided, it is not easy.


Do you want to know what is giving me the hardest time as a photographer? It is thinking that the people I want to share my wedding day with, will make an effort to be there and they won't have fun because of the current situation connected to the COVID-19 pandemic.

It's hard for me to think that most of the conversations on that day will revolve around it and not around the funny stories that I'm still unaware of about my bride, that someone I haven't met will tell me on that day.

It's hard for me to imagine that my grandparents, that have been waiting for so long to see their grandson get married, might decide not to be there because they are clearly in one of the risk groups. And I have to understand that because if they were invited to someone else's wedding, I would tell them that they shouldn't go, not right now.

So, brides and grooms, I am one of you.


And what's giving me a hard time as a photographer? As a freelancer? As a vendor in the wedding industry? The uncertainty, without a doubt, that is it.

I'm never really sure when it comes to income, it's the life of a freelancer, but with all this, this year will be especially uncertain.

I know that a lot will depend on the decisions of the brides and grooms.

Those that decide to keep their dates, unless there are government-imposed restrictions, can count on me to be there and photograph the day to the best of my ability, doing what is possible in terms of prevention.

Those that decide to postpone, can count on my help so we can make it happen the best way. If I have availability I'll go with them to their new dates, but I know that that too can be hard from the vendor point of view.

If every couple decided to move their wedding to a similar date in 2021, it would be hard to have availability and if I did, it would be difficult because basically we would have one year's weddings distributed along two years. And unfortunately, the bills for this and next year will not be divided in two.

As a vendor, I'm recommending to the couples that decide to postpone their date to consider the possibility of having their wedding out of the normal wedding season. This way I know it will be easier for me to guarantee availability and the continuation of my business in the next year too.

So, vendors, I am one of you.


Meanwhile here I am at home, preparing some new albums to have at the studio, to show them off to brides and grooms when in-person meetings resume.

Now I'm going to go hug my bride for a while because even though the COVID-19 is messing with our plans, we're lucky enough to be voluntarily with each other's favorite person. ;)



  • Black Facebook Icon
  • Black Twitter Icon
  • Black Pinterest Icon
  • Black Instagram Icon

© 2015-2020 by Jorge Bernardes, Leiria, Portugal